Novo lançamento aborda aplicações da biomassa será lançado na UFSCar

Nas últimas décadas o crescimento populacional tem demandado cada vez mais a utilização de recursos tanto naturais como manufaturados, especialmente aqueles derivados de fontes não renováveis, a exemplo do petróleo. Nesse contexto, o conceito de economia circular considera o máximo aproveitamento dos materiais e da energia contidos nos produtos visando o desenvolvimento sustentável.

Em 12/02/2020 09:51
Atualizado em 12/02/2020 12:00

Entrevista por CCS UFSCar

Novo lançamento aborda aplicações da biomassa será lançado na UFSCar

A circularidade, entendida como o reaproveitamento de rejeitos de um elo da cadeia produtiva por outro elo, minimiza a necessidade de extração de produtos não renováveis e reduz a quantidade de resíduos. Além disso, um dos 12 princípios da Química Verde ou Sustentável é a utilização de matérias-primas renováveis.

Tratando desses assuntos, no dia 11 de fevereiro será lançado na UFSCar o livro "Biomassa: Estrutura, Propriedades e Aplicações", organizado por Arlene Corrêa e Jean Gallo e publicado pela EdUFSCar. O livro é o volume VI da Série de Textos da Escola de Verão em Química da Universidade e o lançamento marca a comemoração dos 40 anos da Escola.

"A utilização da biomassa vem crescendo mundialmente como fonte renovável para a produção de energia elétrica e de biocombustíveis (etanol, biodiesel, biogás etc.). Ademais, a biomassa se destaca como uma fonte de material de partida na produção de diversas substâncias orgânicas que servirão como insumos nos mais variados processos industriais", explica Corrêa, que é docente do Departamento de Química (DQ) da UFSCar, sobre a importância do assunto abordado no livro.

No capítulo 1 são discutidas a estrutura e a composição da biomassa lignocelulósica. Exemplos atuais do emprego da biomassa como matéria-prima na indústria e possíveis aplicações como solventes verdes são apresentados nos capítulos 2 e 3. Devido ao seu papel fundamental, os processos catalíticos para a produção de commodities e outros produtos de maior valor agregado a partir da biomassa são enfocados em detalhes, com casos recentes da literatura da área. Assim, no capítulo 4 são discutidos tipos de catalisadores metálicos obtidos a partir de plantas hiperacumuladoras empregadas em fitorremediação e os capítulos 5 e 6 versam sobre a biocatálise empregando enzimas isoladas ou microrganismos. O capítulo 7 trata do aproveitamento de ligninas. A catálise homogênea é abordada no capítulo 8 e a heterogênea é amplamente discutida nos capítulos 9 a 13.

Mais informações, clique aqui.


Tags da postagem

quimica recursos naturais quimica verde