Novo livro aborda Avaliações e rankings da Educação

São cada vez mais comuns avaliações e rankings na área de Educação. Mas, afinal, o que é um ranking? O que significam essas avaliações? Em quais contextos elas estão inseridas? Qual seu papel na formulação de políticas públicas educacionais? Com o intuito de responder a essas questões, José Carlos Rothen e Andréia da Cunha Malheiros Santana organizaram o livro "Avaliação da Educação - referências para uma primeira conversa".

Cadastrado em 21/03/2018 08:18

Entrevista por CCS UFSCar

Novo livro aborda Avaliações e rankings da Educação

A ideia surgiu quando Rothen, docente do Departamento de Educação (DEd) da UFSCar, ministrou uma disciplina no curso de Pedagogia sobre avaliação da Educação e notou a falta de um material que sistematizasse as principais questões sobre o assunto. "A maior parte das publicações tratam de forma dispersa essa temática. Assim, consideramos oportuno oferecer um livro que aprofundasse as principais referências", diz o organizador.

Segundo o pesquisador, foi a partir da década de 1980 e principalmente nos anos de 1990, que a escola se tornou objeto de avaliação, com diversas implicações para o trabalho docente. Para ele, compreender os fundamentos da avaliação da Educação permite que se identifique quais questões estão no embate e que, a partir daí, se assuma uma posição crítica e propositiva. 

De acordo com Rothen, a avaliação na Educação tem tanto aspectos positivos como negativos. "Esse tipo de avaliação é um instrumento que nos permite conhecer as virtudes e os limites da prática educativa das nossas escolas. Dentro de um planejamento estratégico e pedagógico, a avaliação é uma das bases para a elaboração de propostas educacionais. Contudo, quando as avaliações se tornaram políticas públicas, elas se transformaram em um instrumento de controle da escola e não mais de reflexão. Com isso, os governos se isentam de atuar na efetiva melhoria da Educação e passam a responsabilidade e a culpa dos problemas da Educação para a escola".

A obra traz 11 artigos, que abordam desde a história da avaliação da Educação a partir do caso brasileiro e francês; a constituição do Estado Avaliativo; a avaliação da Educação e o cenário midiatizado de responsabilização; os rankings acadêmicos da Educação Superior; as repercussões da avaliação como instrumento de regulação da política educacional; até as contribuições para o planejamento e para a gestão institucional. 

"Após elencarmos os principais temas a serem tratados no livro, buscamos no nosso grupo de pesquisa da UFSCar aqueles que trabalham especificamente com os temas sugeridos. Em um segundo momento, buscamos na Academia outros autores que realizam pesquisas nos demais temas. Nesse sentido, o livro é uma oportunidade de reunirmos a produção dispersa de especialistas em avaliação da Educação", descreve Rothen. 

Mais informações, clique aqui.


Tags da postagem

Avaliação da educação pedagogia escola Nível de Comunicação

Comentários

Para comentar, acesse com seu Passaporte Archipèlagus validado.

Acessar